O presente texto procura demonstrar que, desde a gênese da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado (APESP), a função social da universidade europeia era parte integrante do seu modelo organizacional enquanto instituição social – na relação com comunidade e para a comunidade –, fundamentando essa perspectiva numa análise histórico-jurídica. A abordagem baseia-se em valores e normas fundamentais a serem incorporados pela comunidade acadêmica, uma vez que, no seu âmago, a universidade só se realiza como instituição se tiver obrigatoriamente uma função social. Analisa os processos de reforma da universidade portuguesa e o panorama geral da formação em responsabilidade social, bem como as suas repercussões no meio universitário. Conclui que existe hoje uma consciência de que “a formação para a cidadania e a intervenção ativa na comunidade assumem um papel cada vez mais relevante para fazer face aos principais problemas e desafios da humanidade. Nesse contexto, a universidade, enquanto instituição cidadã, tem uma responsabilidade social decisiva na construção do modelo de sociedade.”

    O objetivo do presente artigo é evidenciar que a perspectiva do governo angolano para o latente setor privado da educação superior contém em seu bojo o embrionário conceito de responsabilidade social aplicado às instituições privadas de ensino superior. A iniciativa da autora tem o compromisso social de partilhar experiências acadêmicas que contribuem para o benefício da educação superior em Angola. A pesquisa é de caráter historiográfico, baseada em trabalhos bibliográficos e fontes empíricas. Os dados contidos no artigo são fruto de ações realizadas pelas instituições privadas que envolvem vários atores ligados ao ensino superior. A responsabilidade social nas instituições privadas de ensino superior não se limita a uma única visão, em decorrência dos inúmeros desafios sociais atrelados aos problemas sociais das regiões nas quais estão inseridas

    Elaborada a partir de um trabalho sistematizado, esta proposta de Índice de Responsabilidade Social da Universidade (IRSU) tem com referência uma série de abordagens teóricas que se inter-relacionam e produzem uma série de conceitos e interpretações, contidas na literatura sobre responsabilidade social e nos relatórios de autoavaliação e avaliação externa de universidades. A proposta de construção do índice foi norteada pela Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, e resultou em sete critérios, vinte e seis subcritérios e quarenta e dois atributos de mensuração que permitem considerar IRSU como uma metodologia de avaliação institucional

    O texto faz referência aos nomes e às origens dos fundadores das instituições educacionais integradas na Kroton, descreve as características da estrutura organizacional e de gestão adotadas – Conselho de Administração, Diretoria Executiva e Conselho de Responsabilidade Social – e menciona a Missão, a Visão e os Valores que orientam o grupo. No que se refere à responsabilidade social, cita a tradição das instituições na área e descreve as ações mais importantes

    A dinâmica das relações universidade-sociedade no processo sócio-histórico e os projetos que veicula ganham diferentes perspectivas neste século, configurando um estado de mutação e um caráter híbrido às universidades que impõem novos desafios para materializar projetos de educação superior como bem público, com qualidade e pertinência social. O artigo discute o aprimoramento de políticas e práticas voltadas à Educação Socialmente Responsável no ensino de graduação, a partir da análise dos projetos pedagógicos de cursos de uma instituição de ensino superior confessional comunitária

    O presente artigo faz parte da pesquisa Responsabilidade social na educação superior: concepção e prática nas instituições particulares de educação superior do Estado de Alagoas, concluída em 2013, no Programa de Mestrado em Educação da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), e descreve as investigações identificadas a partir do levantamento realizado no Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) discutindo as concepções de responsabilidade social dos dirigentes das instituições particulares de educação superior de Alagoas

    Página 1 de 2

    selo 35anos com logo negativa gradiente 

    SHN Qd. 01, Bl. "F", Entrada "A", Conj. "A" 
    Edifício Vision Work & Live, 9º andar - Asa Norte - Brasília/DF - CEP: 70.701-060
    Fone: (61) 3322-3252 - Fax: (61) 3224-4933
    E-mail: abmes@abmes.org.br 

     

     icon facebook  icon twitter2 icon linkdin   icon instagram icon youtube  icon googleplus